02 fevereiro 2017

RESENHA: O DUQUE E EU - JULIA QUINN

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Título: O Duque e Eu
Gênero: Romance de época
Páginas: 288
ISBN:  9788580411461
Editora: Arqueiro
Autora: Julia Quinn
Ano: 2013

Este é o terceiro romance de época que leio no ano. Já vi muito falarem dos livros da Julia Quinn, e principalmente, na série Os Bridgertons. Então, hoje vou compartilhar com vocês como foi ler O Duque e Eu.

O Duque e Eu é o primeiro volume da série Os Bridgetons, que narra a vida dos oitos irmãos da família mais animada que já conheci em toda a minha vida. Um ponto muito interessante dessa família é o nome dos filhos. Cada filho tem um nome com uma letra do alfabeto, isto por ordem alfabética e também, pela idade dos filhos. Anthony é o mais velho, logo depois nasceu Benedict e depois foi chegando Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth.

Neste livro, você irá conhecer a história de Daphne. Ela é a mais velha das irmãs, mas mesmo carregando esse título, ela não se salva da super proteção de seus irmãos mais velhos (Anthony, Benedict e Colin). Daphne é uma mulher forte, daquelas que não dão o braço a torcer. Em várias partes do livro você vai se deparar com alguém admirado por sua bravura. Ela ainda não se casou, e não recebe muitos pretendentes dos quais ela se interesse. Sempre é alguém velho demais, irritante demais ou algo desagradável aos olhos de Daphne. 

Simon, o duque de Hastings, é o melhor amigo de Anthony. Apesar de sofrer muito por dentro com as péssimas lembranças de seu pai, ele sabe esconder seus sentimentos. Logo no começo do livro, ele está chegando na área, não conheço quase ninguém e está contando com o apoio de Anthony, que até o convida para um jantar na casa dos Bridgertons. Alguns dias antes desse jantar, tem um baile no qual estará todo mundo lá. Simon fica meio inseguro de ir, mas vai. E adivinhem qual a primeira cena a ele se deparar ao entrar lá? Daphne sendo praticamente forçada a aceitar um pedido de casamento de um cara esquisito. E assim, após uma confusão, eles se conhecem. Ele até gostou dela e pensou na possibilidade de tentar conhece-la um pouco melhor, isso antes de saber que ela era a irmã de seu melhor amigo. 

Anthony é muito protetor. Na história toda entre Daphne e Simon, ele sempre resolve aparecer para bancar um de irmão mais velho. Isso foi algo que irritou um pouco, pois já estava mais que na hora da garota viver a vida dela sem ter alguém para controlar tudo. Todavia, isso foi apenas uma atitude comum de irmãos mais velhos e com o tempo, tudo foi se encaixando.

Um dos pontos mais interessantes desse livro foi a história de Simon. Ele desde criança tem dificuldade de falar. Quando ele tinha 4 anos de idade, ele ainda não falava. Seu pai, sempre muito rígido, sempre detestou o garoto, tratava ele como se fosse um lixo. Simon cresceu com essa raiva e se dedicou a aprender organizar as palavras para provar ao pai que ele não era um ser inútil como ele dizia. Ele cresceu com esse trauma de ser rejeitado pelo pai, cresceu sabendo que seu pai nunca iria retornar suas várias cartas que ele havia lhe enviado. É uma história muito linda, fiquei fascinada com o personagem.

Essa foi a primeira vez que leio algo da Julia Quinn, mas já estou acostumada com sua escrita. Ela é bem fácil de entender, sem complicações. Os personagens são fantásticos! Já estou apaixonada pela família Bridgetons, e muito ansiosa para ler os outros livros da série e conhecer um pouco mais sobre cada irmão. 

Indico muito a leitura do livro. Na parte do romance, ele pode até ser um pouco clichê, mas quanto a história de Simon e suas inseguranças, é muito diferente de tudo que li. Vocês irão se apaixonar muito por essa família, tenho certeza! Beijos, até mais.

8 comentários:

  1. Nunca li esse livro. Confesso que tenho um meio receio de ler livros de época e nao gostar, sendo que o único que gostei foi Perdida de Carina Rissi. Mas agora depois de saber um pouco mais do livro eu até que me interessei, pelo menos a premissa da história eu ja gostei.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Também gostei muito de Perdida da Carina Rissi, mas já li romances de época bem melhor. Haha, espero que goste!

      Excluir
  2. Simon é meu xodô <3
    amo esse livro, amo essa série, e Simon continua sendo meu favorito <3 <3
    O bom é que não é aquelas linguagens rebuscadas dos séculos anteriores. É uma linguagem simples pra qualquer um entender

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Comprei quase a coleção inteira em uma promoção, e não gostei :(
    Acho que romance de época não seja um gênero para mim.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Hey, Júlia!

    Julia Quinn é ótima, né?
    Eu me lembro que morri de rir quando li esse livro e fiquei apaixonada pela escrita.
    A série toda é ótima e eu recomendo muito! Meu livro preferido da série é o 4º: "Os segredos de Colin Bridgerton". Ele é o melhor! <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca li nenhum livro dela, mas já vi vários comentários positivos. Teve uma epoca que eu só via Julia Quinn nos blog e isso me deixou meio "blé" sabe. Mas agora que a poeira deu uma baixada eu acho que darei uma chance.. bem, não agora, porque to sem grana, mas quando der hahaha

    ResponderExcluir
  6. Minha colunista leu e AMO esse livro, já eu passo meio longe, não gosto de romances de época, não me chamam atenção.

    ResponderExcluir
  7. Comentei no post da Aline como se fosse da Júlia, mas enfim... kkkk
    Comprei os 5 priemrios livros da série no final do ano passado, isso porque pensei "Aaah, não vou comprar todos. Vai que eles não me agradem", afinal, nunca havia lido um romance de época.
    Resultado: Li O Duque e Eu em pouco tempo, os outros cada um em um dia. Sem contar que o gênero se tornou um dos meus preferidos, assim com a Quinn. <3 <3 <3
    A escrita da autora é maravilhosaaa, divertida, envolvente e encantadora!

    Beijoos!
    www.estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir